terça-feira, 31 de maio de 2016

Justiça suspende demissão de 800 trabalhadores da Transnordestina no trecho Missão Velha/Iguatu

Liminar suspendendo as demissões em massa dos trabalhadores da Construtora Marquise, locados na obra da Transnordestina – trecho Missão Velha/Iguatu foi expedida na última quinta-feira, dia 26 de maio pela Juíza titular da 2ª Vara do Trabalho da Região do Cariri.
A medida refere-se aos trabalhadores que estavam em processo de demissão em abril deste ano, cerca de 800 trabalhadores, devido ao não repasse de verbas desde novembro de 2015 por parte do governo federal para a construtora responsável pela execução da obra no trecho de Missão Velha/Iguatu.
O SINTEPAV-CE, ao tomar conhecimento da decisão, entrou com uma ação trabalhista de danos morais coletivos e liminarmente solicitou a suspensão imediata das demissões junto à Justiça do Trabalho ainda em abril. Em sede de tutela de evidência a liminar foi concedida suspendendo as demissões.
A decisão zela que suspenda imediatamente todas as demissões do trecho Missão Velha/Iguatu. A determinação deverá ser cumprida sob pena de pagar multa diária de R$ 5.000,00 por cada trabalhador demitido, tudo nos termos do art. 498 do CPC de 2015.
Ceará News 7

domingo, 29 de maio de 2016

Palhaço de circo morre afogado no Rio Jaguaribe

Emanoel Wellington dos Santos, de 23 anos, conhecido por palhaço Ping Pong, morreu afogado quando tentava fazer a travessia do rio (Foto: Richard Lopes/Agência Miséria)

Um caso de afogamento ocorreu neste sábado (28), às 11h, nas proximidades da ponte do Rio Jaguaribe, na cidade de Orós. O palhaço e dublador Emanoel Wellington dos Santos, de 23 anos, conhecido por palhaço Ping Pong, morreu afogado quando tentava fazer a travessia do rio.

Ele trabalhava no Lindo Circo, conhecido também por Circo de Babalú, que está instalado na cidade. O corpo foi resgatado e encaminhado para ser necropsiado no Iml de Iguatu. O palhaço era do sítio Umarizinho de Acopiara e será sepultado na sua terra natal.

Fonte: Diário do Nordeste

Encontrados em cometa dois ingredientes-chave para a vida

Cientistas conseguiram detectar, pela primeira vez, em um cometa a presença de dois ingredientes fundamentais para a vida: a glicina - um aminoácido - e o fósforo, segundo estudo de pesquisadores europeus, divulgado nesta sexta-feira.

O achado foi realizado no 67P/Churyumov-Gerasimenko (ou simplesmente ´Chury´), um cometa descoberto no fim dos anos 1960 por cientistas ucranianos, e que é investigado pela sonda europeia Rosetta.

Ainda que tenha sido detectada a presença de mais de 140 moléculas orgânicas diferentes no espaço, é a primeira vez estes que são encontrados estes elementos, essenciais para o desenvolvimento do DNA e das membranas celulares.

Os resultados desta investigação, obtidos graças a Rosina, espectrômetro da sonda Rosetta, foram publicados na revista americana Science Advances.

Traços de glicina, necessários para formar proteínas, já haviam sido encontrados nos restos da cauda do cometa Wild 2, que a Nasa conseguiu obter em 2004.

Mas naquele momento, os cientistas não puderam descartar por completo a possibilidade de as amostras terem se contaminado de alguma maneira durante a análise feita na Terra.

O achado agora permite confirmar a existência de glicina e fósforo nos cometas.

"Trata-se da primeira detecção com total certeza de glicina na atmosfera de um cometa", assinalou Kathrin Altwegg, da Universidade de Berna (Suíça), chefe do projeto Rosina e autora do trabalho.

É muito difícil detectar a glicina, pois ela passa do estado sólido ao gasoso abaixo dos 150 graus Celsius, o que significa que este aminoácido se decompõe na forma gasosa na fria superfície do cometa.

Diferentemente de outros aminoácidos, a glicina é a única que pode se formar sem a necessidade da presença de água em estado líquido, assinalaram os cientistas.

A origem do fósforo detectado na fina atmosfera do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko não foi determinada, acrescentou a investigação.

"Demonstrar que os cometas são reservatórios de materiais primitivos do sistema solar e que eles podem transportar esses ingredientes-chave para a vida na Terra é um dos principais objetivos da Rosetta", assinalou o cientista encarregado desta missão da Agência Espacial Europeia, Matt Taylor.

Fonte: AFP
                                               

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Veículos brasileiros terão placa do Mercosul em 2017, define Contran.

Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicada nesta sexta-feira (27), no Diário Oficial da União, determina que até o fim de 2020 todos os veículos em circulação no Brasil deverão ter placas de identificação no padrão do Mercosul.

O anúncio se dá após alguns adiamentos da decisão, que se arrastou por alguns meses, já que a mudança estava prevista para acontecer em janeiro.

Como é a nova placa?

A nova placa tem fundo branco com a margem superior azul, contendo ao lado esquerdo o logotipo do Mercosul, ao lado direito a bandeira do Brasil e, ao centro, o nome do país. As três letras e os quatro números continuam.

Apesar de manter os sete caracteres alfanuméricos, como as chapas de hoje, fornecidos pelo Denatran, as novas precisarão ter a inscrição das palavras "Mercosur Brasil Mercosul". Será o fim da possibilidade de personalização.

Quando muda?

A Resolução 590 do Contran também estabelece um cronograma de transição das placas atuais para as novas: a partir de 1º de janeiro de 2017, as mudanças começam a acontecer em veículos zero km a serem licenciados, em processo de transferência de município ou de propriedade (venda particular) ou se houver necessidade de substituição; todos os veículos em circulação deverão possuir as novas placas até 31 de dezembro de 2020.

Mesmo com o novo molde, UOL Carros prevê que o padrão de placa atual (com três letras e quatro números) dura só mais 15 anos.

Fonte: UOL

TIM encerra gratuidade do WhatsApp no Brasil

A TIM encerrou a gratuidade do WhatsApp no Brasil. Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, a operadora explicou que encerrou o benefício, porém ampliou o pacote de dados de todos os clientes, em todos os segmentos, sem alterar o valor pago.

Ainda de acordo com o comunicado, o movimento aconteceu porque a empresa observou que, apesar de o cliente utilizar o aplicativo por muito tempo, o consumo de dados não era tão alto.

"Dessa forma, aumentando o pacote de internet para o usuário, ele teria mais liberdade de trafegar em diversas outras plataformas".

Veja nota na íntegra:

"Com o lançamento do novo portfólio, em novembro do ano passado, a TIM manteve o envio de mensagens no WhatsApp sem desconto na franquia apenas nos planos do segmento Controle e Pós-pago. Recentemente, a empresa evoluiu ainda mais suas ofertas e encerrou esse benefício. Em contrapartida, ampliou o pacote de dados em todos os segmentos, sem alterar os preços das ofertas.

Esse movimento aconteceu porque a empresa observou que, apesar de o cliente utilizar o aplicativo por muito tempo, o consumo de dados não era tão alto. Dessa forma, aumentando o pacote de internet para o usuário, ele teria mais liberdade de trafegar em diversas outras plataformas. Hoje, o plano TIM Controle oferece 1,5GB de dados e 500 minutos de voz por apenas R$ 50, um preço bastante vantajoso.

A TIM reitera que continua acreditando nas parcerias com as OTTs  e desenvolvendo novos produtos e serviços baseados nessa premissa".

Fonte: Diário do Nordeste

Estudo mostra que Marte está saindo de uma era glacial

Marte está saindo de uma era glacial, após atravessar múltiplas fases de mudança climática, segundo medições de radar feitas em suas camadas de gelo polar para um estudo publicado nesta quinta-feira pela revista "Science".

A análise dos dados assinala que o planeta viveu uma era do gelo da qual começou a sair há cerca de 370.000 anos.

Entender o clima marciano ajudará a determinar quando o planeta foi habitável no passado e como mudou esse estado, além de servir para os estudos sobre a mudança climática na Terra.

Os modelos sugeriam que o seco e poeirento planeta vermelho passou por épocas glaciais no passado, mas os dados empíricos para confirmá-lo eram poucos.

No estudo, o pesquisador Isaac Smith, do Instituto de Pesquisa do Sudoeste em Boulder (Estados Unidos), e sua equipe usaram um radar para estudar as camadas de gelo dentro das calotas polares de Marte, para o que empregaram o equipamento da sonda espacial Mars Reconnaissance Orbiter, lançada em 2005 e destinada a aumentar o conhecimento desse planeta.

À medida que o gelo derrete, o vento pode criar canais em forma de espiral e outros traços identificáveis, razão pela qual rastrear essas marcas dentro da camada gelada pode revelar as mudanças no fluxo e no acúmulo do gelo em épocas passadas e, portanto, as mudanças no clima.

Enquanto a camada de gelo no sul é "relativamente pequena e está alterada pelo impacto de meteoritos", os pesquisadores puderam traçar as camadas dentro do gelo no norte.

Dessa forma, descobriram que as camadas e as trajetórias de migração do gelo aumentam, mudam de direção de forma brusca ou estão completamente enterradas.

Estes dados e outros analisados no estudo confirmam, segundo os pesquisadores, o final de um período glacial em Marte.

Fonte: EFE
                                               

Câncer pode ser combatido com transplante de células de pessoa saudável

Cientistas descobriram que é possível combater tumores cancerígenos utilizando células do sistema imunológico de uma pessoa saudável no corpo de uma pessoa com a doença. A pesquisa com a descoberta foi feita pelo Instituto de Câncer da Holanda e pela Universidade de Oslo, na Noruega, e publicada semana passada pela revista Science.

Os pesquisadores observaram que ao inserir em laboratório componentes de células do sistema imunológico de um doador saudável nas células de um paciente com câncer é possível fazer com que seu organismo reconheça os tumores e passe a atacá-los. A pesquisa foi feita com três pacientes com melanoma, um tipo de câncer de pele.

É função dos linfócitos T diferenciar células do organismo de corpos estranhos. Quando esses corpos são reconhecidos, são desencadeados estímulos imunológicos que destroem ou eliminam o invasor. O problema é que nem sempre as células imunológicas reconhecem o câncer como um invasor. Isso permite a sua proliferação pelo corpo.

"A célula tumoral é traiçoeira. Ela tem algumas técnicas para desligar e escapar do sistema imunológico", afirma Denyei Nakazato, oncologista do Hospital Sírio-Libanês e do Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo).

Para avaliar essa capacidade de reconhecimento pelos linfócitos T, os pesquisadores mapearam todos os antígenos que poderiam estimular uma resposta às células de câncer de pele de três pacientes. Antígeno é toda substância que, ao entrar no organismo, é capaz de iniciar uma resposta imune, ativando os linfócitos.

Os linfócitos T dos pacientes com a doença deixavam passar despercebido fragmentos estranhos de células tumorais. Já linfócitos derivados de voluntários saudáveis conseguiram detectar um número significativo de antígenos.
Avanço de técnicas

Para Alex Meller, urologista da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), o estudo é promissor, apesar de envolver apenas três pacientes. Ele afirma que uma técnica parecida já havia sido testada com tumor de rim no Hospital Sírio-Libanês, mas teve uma resposta pouco eficaz. A novidade com o novo estudo seria a sugestão de transferir as células entre pacientes imunologicamente parecidos por meio do sangue.

"No teste no Brasil, as próprias células do paciente acabaram reconhecendo as novas como anômalas e acabava havendo uma reação. O potencial de matar o tumor diminuía porque o paciente reconhecia aquilo como estranho", diz.

Rafael Schmerling, oncologista clínico do Hospital São José da Beneficência Portuguesa de São Paulo, acredita que esse também é um risco para o novo estudo. "O paciente pode reconhecer essas células como estranhas. Mas se elas viverem, começam a crescer, se multiplicar e fazer parte do sistema imunológico da pessoa", afirma.

Schmerling define o novo estudo europeu como um avanço de técnicas com conceitos que já vinham sendo utilizados. Segundo ele, a estratégia mais recente de terapia celular para o combate ao câncer consiste em modificar as células do próprio paciente para que as proteínas do tumor sejam reconhecidas pelo sistema imunológico.

"Nesse estudo, em vez de ´ensinar´ as células do próprio paciente os cientistas estão pegando as células competentes de outras pessoas para combater o tumor", analisa.

Fonte: UOL
                           

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Dia do desafio e realizado em Icó

A Secretaria de Esportes e Juventude de Icó, promove nesta quarta-feira (25), o Dia do Desafio. O evento deu inicio as 8 horas nos órgãos públicos e comercio do município. 

A programação tem o objetivo de motivar e incentivar a população Icoense na realização de exercícios físicos ou esportes durante o dia. 

Nesta edição, Icó disputará o maior número de participantes com uma cidade Cubana, Jovellanos. A ação move diversas cidades por todo mundo e consiste em promover uma série de atividades físicas para a população local, através da motivação do confronto com outra cidade do mesmo país ou do exterior, com quantidade de população aproximada. 


A data também promove o incentivo para que as comunidades de diferentes cidades do Brasil e toda a América Latina se reúnam para disputar, amistosamente, competições e desafios que estimulam o corpo. A proposta é que cada pessoa faça qualquer tipo de exercício físico por pelo menos 15 minutos, fazendo desta ação um hábito diário.

Registre seu exercício pelo fone: 0800 285 3105

Vereador protocola pedido de C.P.I em Icó.

O vereador Roney Olinda (PSD), protocolou na última terça, 24, na Câmara Municipal de Icó, requerimento pedindo abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).  

A referida "CPI" visa apurar possíveis irregularidades com gastos; contratações e ausência por mais de dez dias sem autorização do poder legislativo por parte do prefeito icoense.

Olinda afirma ter provas suficiente que o prefeito Jaime Júnior (PDT), cometeu improbidade administrativa.

"Estou cumprindo meu papel de vereador, ao mesmo tempo, atendo pedidos da população; o icoense não aguenta mais tamanho descaso", disse Roney Olinda. 


O requerimento será votado na próxima seção  ordinária do legislativo icoense.

Ampliado em 43% o recurso da transposição

O anúncio de que serão elevados em 43% os pagamentos para as empresas executoras da obras de Transposição do Rio São Francisco foi recebido com alívio pelo governo do Estado. É que além de não haver descontinuidade no desembolso, o que não ocorreu até o momento, o maior aporte poderá garantir aceleração de serviços no Ceará, como a conclusão de barragens em Mauriti e Brejo Santo.

O anúncio foi divulgado, ontem, pelo Ministério da Integração Nacional. O ministro Hélder Barbalho informou que os pagamentos para as obras do Projeto de serão elevados da média mensal de R$ 150 milhões para até R$ 215 milhões.

Para o titular da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), Francisco Teixeira, a notícia, caso seja confirmada, no atual quadro, é alvissareira, porque atende, especialmente, o eixo Leste, abrangendo o agreste de Pernambuco e a Paraíba, mas também pode representar na aceleração de obras no Eixo Norte, onde o Ceará está situado, beneficiando, sobretudo, a conclusão das barragens que ainda faltam dentro da estrutura do projeto.

Cronograma

No Estado, foi prevista a construção de seis barragens para captar as águas do São Francisco. Desse total, apenas duas, em Jati, estão concluídas. As demais poderão ter o ritmo acelerado.

Para Teixeira, por não haver atraso no desembolso do pagamento, tem sido possível estabelecer um cronograma de que as águas chegarão ao Ceará até dezembro, mesmo com o desembolso mensal de R$ 150 milhões, como vem ocorrendo na atualidade.

O secretário explicou que a vantagem seria na distribuição por Mauriti e Brejo Santo, que ganharia um impulso maior com a conclusão dos demais reservatórios. "No momento, as obras no Ceará estão dentro do ritmo normal", observa.

Teixeira reiterou que, ao contar com águas do São Francisco ainda no fim deste ano, há uma maior segurança hídrica, uma vez que a preocupação maior será com 2017, que se iniciará com os açudes cearenses somando cerca de 13% da sua capacidade.

Defasagem

Atualmente, os maiores reservatórios do Estado, respectivamente, o Castanhão com 9% e o Orós com 30%, causam apreensão ao gestor, com a indefinição do ciclo de chuvas para o próximo ano. Ele disse que haverá uma captação maior de água do Orós, diante da vulnerabilidade do Castanhão.

"As obras de transposição são de uma importância vital para o Ceará e para outros Estados do Nordeste. A decisão de aumentar o desembolso aumenta nossa esperança de que a obra beneficie o Ceará ainda em dezembro deste ano", ressaltou Teixeira.

A decisão foi tomada após uma rodada de reuniões, na terça-feira, com representantes das prestadoras de serviço responsáveis pelas obras civis e elétricas do Projeto.

Segundo o ministro, a ampliação dos repasses garante que o empreendimento esteja concluído até o fim deste ano, com o compromisso das construtoras de elevarem a produtividade ao seu limite máximo. O objetivo é manter o cronograma acordado com o Ministério da Integração Nacional.

"Sinalizamos a todas as empresas que elas estão autorizadas a ampliar o seu campo de serviços para cumprir o cronograma das obras. Queremos garantir que até o fim de dezembro os canais estejam concluídos e a água chegue até a Paraíba e ao Ceará", pontuou Helder Barbalho, ressaltando que a decisão ratifica a preocupação do governo federal com o abastecimento de água no Semiárido brasileiro.

Durante o encontro, as empresas construtoras reafirmaram o compromisso com o governo federal de concluir os trabalhos até o fim do ano.

Fonte: Diário do Nordeste
                                               

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Microsoft é acusada de ´truque sujo´ para fazer atualização do Windows 10

"A Microsoft recomenda que você atualize este computador para Windows 10".

O aparecimento súbito de uma janela com esta mensagem, em inglês, irritou usuários do Windows e atraiu críticas para a sua fabricante, a Microsoft.

O que parecia uma simples recomendação para atualizar o sistema operacional foi considerado um "truque sujo" da empresa para levar os usuários a fazer o upgrade.

Ao clicar no botão vermelho no canto superior direito da caixa de pop-up, o usuário em vez de simplesmente fechar a janela —como geralmente acontece— agora aceita a atualização do software para a data indicada na janela.

A confusão ocorreu porque o upgrade está agora marcado como "recomendado", e muitos usuários têm seus computadores configurados para aceitar automaticamente as recomendações para atualizações de segurança.

O jornalista especializado Brad Chacos, editor da revista eletrônica PC World, descreveu o recurso como um "truque sujo" da Microsoft.

"Usar esses truques sujos apenas frustra usuários antigos do Windows, que têm razões muito válidas para continuar usando um sistema operacional que já conhecem e de que gostam", escreveu Chacos.

A empresa disse que a atualização ainda pode ser cancelada nas configurações para mudar ou cancelar a hora da instalação.

A companhia frisou que o upgrade gratuito para o Windows 10 termina em 29 de julho, por isso quer alertar os usuários para uma "versão melhor" do programa.

O Windows 10 está disponível desde julho do ano passado e em seu primeiro mês conseguiu 75 milhões de instalações.

Fonte: BBC Brasil
                                               

Oi e TIM devem se fundir nos próximos meses

A Oi enviou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM)  uma informação muito importante, a empresa fechou um acordo de exclusividade com o grupo russo Letter One (L1).

Segundo uma comunicação da Oi datada de 26 de outubro, o Letter One, que tem como dono o bilionário russo Mikhail Fridman, havia se disposto a investir até US$ 4 bilhões na Oi, contanto que ela aceitasse realizar a fusão com a TIM.

No fato relevante comunicado hoje, a Oi afirmou que enviou uma contraproposta à L1, na qual sugeria que ambas as empresas se concedessem "mutuamente um direito de exclusividade, por um período de 07 meses contados de 23 de outubro de 2015, com relação a, especialmente, combinações de negócios envolvendo companhias de telecomunicações ou ativos de telecomunicações no Brasil".

A L1, por sua vez, aceitou a contraproposta. Como resultado, as negociações entre Oi e Letter One sobre a fusão com a TIM devem avançar ao longo dos próximos sete meses. O objetivo, segundo o comunicado da Oi, seria "possibilitar uma consolidação do setor de telecomunicações no mercado brasileiro".

Segundo o site Olhar Digital, a Oi detém atualmente cerca de 17,8% do mercado de celulares  no Brasil, e a TIM, 26,2%. Caso a fusão ocorra, a empresa resultante terá 44% do mercado, deixando a Vivo, atual líder de mercado com 29%, num distante segundo lugar.

Apesar dos acordos entre Oi e L1, contudo, a TIM ainda não recebeu nenhuma proposta concreta de fusão.

Dada a duração do direito de exclusividade entre L1 e Oi, porém, é provável que a negociação se prolongue pelos próximos meses.

Fonte: Notícias Ao Minuto

terça-feira, 24 de maio de 2016

Não usar farol baixo em rodovias durante o dia dará multa de R$ 85

Os condoturores de automóveis serão obrigados a usar farol baixo ao trafegarem sob a luz do dia em rodovias e túneis sem iluminação em todo o país. O CTB (Código de Trânsito Brasileiro), até então, recomendava apenas que as luzes baixas do carro fossem acessas na estrada, independentemente da condição de luminosidade.

A medida foi sancionada pelo presidente interino Michel Temer (PMDB) e publicada no "Diário Oficial da União", na edição desta terça-feira (24). O descumprimento da norma será considerado infração média, que resulta na perda de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação e multa no valor de R$ 85,13.

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) também já havia editado uma resolução que recomendava o uso de farol baixo nas rodovias durante o dia. Com a nova medida, o Brasil se une a Argentina e Uruguai, na América Latina, e a países da Europa que já adotam o uso de faróis acesos durante o dia.

O deputado Rubens Bueno (PPS-PR), autor do projeto, defendeu na Câmara que a baixa visibilidade era uma das principais causas de acidentes de trânsito nas rodovias. Segundo ele, "os condutores envolvidos continuam relatando que não visualizaram o outro veiculo a tempo para tentar uma manobra e evitar a colisão".

Segundo o relator do projeto, o senador José Medeiros (PSD-MT), que foi policial rodoviário federal por 20 anos, disse que o objetivo da medida era aumentar a segurança nas estradas. "O trânsito brasileiro é um dos que mais matam no mundo. São quase cinquenta mil vítimas fatais por ano. Essa proposta, além de não ter custos, pode resultar em menos acidentes", afirmou Medeiros. 



Fonte:noticiasaominuto

Índia realiza com sucesso teste de nave espacial reutilizável

A Índia realizou com sucesso nesta segunda-feira (23) seu primeiro teste com uma pequena nave espacial reutilizável, um modelo de baixo custo que lhe permite entrar na corrida deste tipo de foguetes, anunciou um responsável do programa.

A nave decolou do aeroporto de Sriharikota, no sudeste do país, às 7h locais (22h30 de Brasília) e alcançou uma altitude de 70 km antes de descer e pousar 10 minutos mais tarde no golfo de Bengala.

"A decolagem ocorreu na primeira rampa de lançamento situada aqui", disse Devi Prasad Karnik, funcionário de alto escalão da Agência Espacial Indiana (Isro).

"Conseguimos (lançar) com êxito a missão do RLV como protótipo de tecnologia", acrescentou.

A Isro, conhecida por seus programas de baixo custo, desenvolveu a nave reduzida, chamada de RLV-TD (veículo de lançamento reutilizável) com um orçamento de 1 bilhão de rúpias (14 milhões de dólares, 13,2 milhões de euros).

A missão desta segunda-feira era um teste crucial para o desenvolvimento de uma lançadeira reutilizável capaz de enviar satélites.

A Índia precisa enfrentar uma importante concorrência de grupos privados que desenvolvem seus próprios programas de veículos reutilizáveis, após o abandono pela Nasa de seu programa no setor em 2011.

Fonte: AFP

sábado, 21 de maio de 2016

Google patenteia adesivo para que pedestres atropelados "colem" no carro

O gigante da tecnologia Google patenteou uma nova "cola" para minimizar o dano aos pedestres que possam ser atingidos por um de seus veículos de condução autônoma, de modo que se forem atropelados fiquem colados à carroceria em vez de ser arremessados para longe.

O veículo de autocondução teria uma camada adesiva similar à cola colocada no capô e parachoque frontal, e nas laterais, segundo a solicitação de patente comentada pela imprensa americana.

"No caso de uma colisão entre um veículo e um pedestre, as lesões ao pedestre frequentemente são causada não só pelo impacto inicial do veículo, mas também pelo impacto seguinte, secundário, entre o pedestre e a superfície da estrada ou outro objeto", conforme descrito na patente.

"A ligação adesiva do pedestre ao veículo para que ele permaneça sobre o veículo até que este pare e não seja lançado, evitam deste modo um efeito secundário entre o pedestre e a superfície da estrada ou outro objeto", argumentou o Google.

Para evitar que outros objetos colem nessa camada adesiva, como insetos, terra e poeira, o Google afirma que a parte adesiva do capô é recoberta com um material como uma casca de ovo que se rompe com o impacto com um pedestre e deixa ao descoberto a camada adesiva.

Embora a apresentação da patente tenha sido publicado esta semana, o Google solicitou a patente em 2014, embora isto não signifique que a empresa vá utilizar de fato este mecanismo.

Agência EFE

Fone de ouvido promete traduzir áudios em tempo real

Já pensou falar uma frase em português e uma pessoa, na sua frente, entender tudo em inglês? Um novo fone de ouvido chamado Pilot, feito pela Waverly Labs, promete oferecer esta experiência. O sistema funciona de maneira semelhante ao Google Tradutor e o Skype Translator, ferramentas que vêm tentando garantir tradução em tempo real. No entanto, ao contrário de um app, o aparelho é um dispositivo vestível que praticamente sussurra a tradução no ouvido do usuário. 
Por enquanto, o produto deve funcionar apenas com línguas europeias baseadas no latim e também germânicas. A ideia do fone é permitir que as conversas sejam mais intuitivas do que usando programas para smartphones.
Apesar da ideia inovadora, o tradutor ainda precisa de muitas tecnologias para funcionar. Entre as deficiências está a necessidade de um bom sinal para converter a voz em um texto que será reproduzido no aparelho.
Além disso, a tradução, que pode usar engine do Google ou da Microsoft, precisa ser feita de maneira rápida, podendo haver problemas em conversas longas, por exemplo.
O aparelho está em pré-venda no site Indiegogo por US$ 299 (cerca de R$ 1,2 mil), mas só deve chegar ao mercado em 2017.

fonte: techtudo

Roteador acaba com congestionamento de rede e deixa Wi-Fi mais rápido

O Portal é um roteador que promete acabar com a lentidão do sinal Wi-Fi resolvendo um único problema, o congestionamento de redes. O aparelho oferece mais ondas de rádio que um dispositivo normal, o que faz com que o desempenho também melhore e a rede fique mais segura. 
Para entender como o aparelho funciona é importante lembrar que a lentidão no sinal Wi-Fi muitas vezes é causada pelo congestionamento nas ondas de rádio, já que a maioria dos roteadores operam na mesma frequência. Assim, o Portal funciona em um espaço livre, com poucos roteadores.
A tecnologia utilizada é chamada de Spectrum Turbocharger e permite que a rede wireless opere em parte protegida da frequência 5Ghz, originalmente reservada para sistema de radares meteorológicos. Isso permite um grande espaço livre para utilização. É como se dirigisse um carro super veloz em uma pista livre. 
O roteador também oferece a tecnologia SmartLanes, que monitora o congestionamento e muda os canais da rede sem fio conforme a necessidade, proporcionando ao usuário uma experiência de Internet sem interrupções. 
O aparelho possui nove antenas embutidas, cinco portas Ethernet e duas USB. O design é leve e a cobertura é de aproximadamente 230 m². Segundo a fabricante, a configuração do roteador é feita diretamente em um celular com um aplicativo que oferece redes seguras para visitantes. 
O Portal foi criado por ex-engenheiros da Qualcomm e está disponível por US$ 139, cerca de R$ 490. Atualmente, por questões de certificações exigidas por cada país, o roteador está disponível somente para Canadá, Estados Unidos e Europa.  

fonte: techtudo.

Google venderá celular desmontável, projeto Ara, no próximo ano

O Google anunciou nesta sexta-feira (20) que venderá seu celular "modular", que pode ser montado e desmontado com câmera, bateria e carcaça diferentes, por exemplo, e que é referido como Project Ara, a partir do ano que vem. Um kit será liberado para desenvolvedores no quarto trimestre deste ano, segundo a empresa.

Será o primeiro telefone fabricado pela companhia de internet –anteriormente, havia feito apenas parcerias no desenvolvimento da linha chamada Nexus, da qual alguns exemplares foram e são vendidos no Brasil.

Preço ou data exata não foram divulgados. O sistema operacional será Android.

Um dos diretores da divisão responsável pela iniciativa descreveu o dispositivo que chegará ao público em geral como "belo, leve e fino".

A ideia é que os consumidores sejam donos de um celular por tempo indeterminado, trocando seus componentes conforme a tecnologia avança –ou mesmo segundo a vontade do usuário.

Por exemplo: se a Qualcomm ou outra fabricante de processadores lança um novo chip, o dono de um celular modular tal qual o Ara poderia comprá-lo e substituir seu antigo, ficando com um telefone mais potente (apesar de a empresa não ter citado tal exemplo). Em outro caso, poderia escolher uma câmera com uma lente mais ampla para fotografar paisagens.

Módulos incluem alto-falantes, câmeras, bateria, armazenamento, telas secundárias e até ferramentas específicas, como medidores de glicemia.

Segundo a empresa, a troca de algumas peças sequer demandaria um reinício do celular, bastando solicitar a ejeção dos componentes antes de removê-los.

No mês passado, o Google anunciou a contratação de Rick Osterloh, que até então era o presidente-executivo da Motorola, hoje sob o controle da chinesa Lenovo.

O projeto Ara nasceu dentro da Motorola antes da aquisição da empresa sediada na região de Chicago pelo Google, e foi incorporada pela gigante de internet antes dessa última passagem de mãos da Motorola, para a Lenovo.

O mais recente smartphone de topo de linha da LG, o G5, foi um dos primeiros a levar ao público a possibilidade de adicionar e remover módulos, de maneira semelhante ao que fazem os protótipos do Ara, mas mais limitado.

A linha Nexus de celulares e tablets, na qual o Google trabalhou com HTC, Huawei, LG, Motorola e Samsung. A empresa diz que seu objetivo com ela é demonstrar para as demais fabricantes como produzir um aparelho que trabalha melhor com o sistema Android.

Fonte: Folha de S. Paulo

Varejo quer mais algodão ecológico, e Nordeste desponta

O Ciclo do Algodão desempenhou importantíssimo papel no desenvolvimento econômico do Estado do Ceará até que veio a praga do bicudo e acabou com tudo. Em 1992, no entanto, um teimoso grupo de pequenos produtores rurais decidiu investir novamente na cultura de uma outra forma, uma aventura chamada, à época, de "algodão ecológico". A ideia surgiu no Estado do Ceará, fomentada pela Organização Não Governamental Centro de Pesquisa e Assessoria (Esplar), incluindo os municípios de Quixadá e Quixeramobim, no Sertão Central; e Tauá, no Sertão dos Inhamuns. Depois vieram ações pontuais nos Estados da Paraíba e em Pernambuco. Em 2005 as ações foram intensificadas com a identificação de empresas interessadas na produção.

Atualmente cerca de 1.200 agricultores familiares do sertão do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte produzem um algodão que, aos poucos, vem conquistando um mercado cada vez maior de exigentes consumidores que querem não apenas vestir ou calçar, mas fazer disso um hábito transformador num planeta que exige atitude diante dos desafios da convivência saudável da espécie humana com o seu meio.

A má notícia - sem contar com a escassez de chuvas que tem atrapalhado muito a produção dos últimos anos, determinando uma falta de constância na produção, a ser sanada com a ampliação da produção em diferentes pontos da região - é que a falta de estrutura, inclusive para comunicar esse potencial ao mundo, mantém a produção inferior a 0,1% do algodão consumido no País, enquanto a produção do Planeta mal atinge 1% do uso global.

Mas o melhor são as boas notícias. Há um mercado crescente interessado não apenas na produção nordestina, mas em incentivá-la. Começou com francesa Veja. Agora outros mercados se mostram interessados, entre eles, a Catalunha e a Alemanha. As informações são do pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Algodão, Fábio Aquino de Albuquerque, um dos participantes da mesa de debates, realizada nesta semana, no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo, no pré-lançamento do documentário "For the Love of Fashion" - "Por Amor à Moda".

Documentário

Apresentado por Alexandra Custeau, neta do célebre Jacques Custeau, conhecida por defender a importância da conservação e da gestão sustentável da água para manter o Planeta saudável, produzido em conjunto pela National Geographic e a C&A. A estreia no Brasil está agendada para o próximo dia 25, às 17h15, no canal.

O documentário, que apresenta ao mundo a simplicidade e o alcance a produção do algodão orgânico na Índia e a virada da rede de lojas C&A, mostra o potencial desse mercado e que produzir de forma sustentável pode não ser nenhum "bicho de sete cabeças". O lançamento, realizado em conjunto pelo Instituto C&A e pela National Geographic, faz parte também de uma grande campanha da Companhia para levar aos seus clientes o conceito de que vestir pode ser uma atitude muito mais abrangente no sentido de tornar o Planeta mais habitável hoje e no futuro.

O presidente da C&A Brasil, Paulo Correa, destaca que atualmente 10% do que vende já é produzido com algodão BCI (Better Control Initiative), ou seja, aquele que tenta resolver o impacto negativo da cadeia produtiva, num processo de melhoria contínua, cuidando do solo, com uso racional da água, relações justas de trabalho, iniciado pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), em 2003, segundo Andrea Aragon, consultora de agronegócios, que também participou dos debates.

Indagado sobre a possibilidade de consumir o algodão orgânico do Nordeste, Correa foi categórico ao anunciar que tem todo o interesse. Já são quatro tecelagens e 12 fornecedores no País, com tendência de crescimento. Mas, infelizmente, esbarra na limitação da escala. "Se nós comprássemos toda a produção deles hoje, não daria para alimentar nem uma semana da nossa necessidade", afirmou. A meta da C&A é ousada: Ainda neste ano quer alcançar 15% das peças com algodão BCI, mas, até 2020, pretende chegar a 100%.

"Nós acreditamos que o poder da informação e a união de várias pessoas em prol de uma causa são a chave inicial para a mudança", afirmou o diretor global de Sustentabilidade da C&A, Jeffrey Hogue, que também participou a mesa pós-apresentação do documentário. Para ele, essa atitude tem tudo a ver com os 175 anos da empresa, que está em sua sexta geração da família, preservando valores muito fortes. Jeffrey reconhece que a realidade do documentário está desconectada do Brasil, mas acredita que, se conseguir comunicar bem, essa vontade vai surgir. E ainda revelou a disposição de ajuda aos produtores para se atingir essa meta dos 100%.

Para o pesquisador da Esalq, Lucílio Alves, outro a participar do debate, o caminho da sustentabilidade não tem mais retorno, mas o grande desafio é lidar com as externalidades, principalmente a comunicação com os consumidores e a dinâmica produtiva.

Multinacional de origem holandesa fundada em 1841 pelos irmãos Clemens e August, a C&A está presente no Brasil desde 1976, onde possui 280 lojas, com a meta de oferecer produtos e informação de moda de forma acessível. Desde 2006, audita a cadeia produtiva, monitorando padrões de negócios socialmente responsáveis. Em 2010 foi a primeira do setor a assinar o Pacto Nacional pelam Erradicação do Trabalho Escravo.

Momento difícil

No Estado do Ceará, o diretor do Esplar, Pedro Jorge Ferreira Lima, explica que o quadro climático contribuiu muito para a desarticulação dos cotonicultores familiares.

"O número dos que conseguem colher é menor a cada ano", destaca. No Ceará, esses pequenos agricultores estão nos municípios de Choró, Quixadá, Quixeramobim e Canindé, no Sertão Central; e também em Tauá, Independência, Nova Russas e Monsenhor Tabosa, no Sertão dos Inhamuns.

A produção é vendida para a francesa Veja, que lançou a marca no Brasil com o nome de Vert (verde em Francês), e pela Justa Trama. Mas Pedro Jorge reconhece que há outros mercados interessados e atribui a incapacidade de ampliar a produção à falta de assistência técnica. "Se o governo ajudar, há como atender a outros mercados", diz. Ele citou o caso de um produtor de redes de Jaguaruana, que tem importado algodão da Turquia para atender o cliente alemão e até se mostrou interessado em produzir sementes para estimular a produção local.

E é disso que o governo está precisando para ajudar. O coordenador de Agricultura Familiar da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Itamar Lemos, disse que abriu edital para a compra de sementes de algodão orgânico para o Programa Hora de Plantar, mas não apareceu ninguém. "A semente que circula mais é a transgênica. Se houver um produtor de orgânica, será um grande incentivo", disse.

Mais informações:

Estreia no Brasil do documentário For the Love of Fashion

Data: 25

Horário: 17h15

Canal: National Geographic

Fonte: Diário do Nordeste

sexta-feira, 20 de maio de 2016

PEÇA DE TEATRO LAÇOS ENCANDENTES EM TRÊS BODEGAS

Extra!!
Atenção comunidade Três Bodegas!
A Cia. Da Gemma estará chegando neste sabado para encantar a todos com grande espetaculo Teatral
LAÇO INCANDESCENTE
Uma obra escrita e dirigida pelo mestre Acácio de Montes , com o patrocínio da BrazilFoundation em parceria com a Aproarti e o apoio Governo Municipal.
Os atores do espetáculo LAÇO INCANDESCENTE são frutos da Escola de Teatro da Ribeira dos Icós, fundada em 2013 e que ja está na quarta turma em formação.

Açude Castanhão chega ao nível mais baixo desde que encheu

O açude Castanhão, o maior reservatório do País, chegou ontem ao nível mais baixo desde que encheu, em 2004. Os 631,37 hm³ que perfazem 9,42% da capacidade do Castanhão devem diminuir ainda mais. O nível é atingido antes do fim da quadra chuvosa, no fim deste mês, e com longos sete meses pela frente até o início do próximo período de precipitações.

“Ainda deve piorar muito até que melhore”, adverte o presidente da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), João Lúcio Farias. Ele não detalha a previsão do quanto o Castanhão deve baixar de nível, mas adianta que o açude Orós, com 35,03% da capacidade e até então poupado, deve ser acionado. “Pensamos em um sistema que, juntando a água dos dois açudes, tenhamos condições de perenizar o Vale Jaguaribe e abastecer a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF)”, projetou em entrevista durante reunião do Fórum Cearense de Comitês de Bacias Hidrográficas (FCCBH).

Acionar o Orós é uma possibilidade que tem gerado discussões e será debatida em reunião dos comitês no dia 2 de junho, em Quixadá. Para Daniel Linhares, presidente do Comitê da Bacia do Médio Jaguaribe (onde está o Castanhão), isso seria um alívio para a região que tem tido, segundo ele, agricultura, pecuária e piscicultura afetadas pela priorização do consumo humano da RMF.

Já Alcides Dutra, coordenador geral do FCCBH e secretário-geral da Bacia do Alto Jaguaribe, onde está o Orós, defende que é preciso cautela. “O Orós é um reservatório estratégico para atender toda aquela região. Abrir indiscriminadamente pode acarretar algo semelhante ao que aconteceu com o Banabuiú, que foi utilizado para atender o Castanhão e está seco”. Para ele, é preciso pensar uma proposta que não feche a utilização, mas em que seja usado com cautela e responsabilidade.

Expectativas

De acordo com Farias, mesmo com expectativas preocupantes, o racionamento de água ainda não foi cogitado. A Cogerh está trabalhando em seu planejamento com a economia de 10% do consumo, determinada pela tarifa de contingência desde o último dezembro pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). “No segundo semestre teremos uma maior restrição de água para irrigação e focaremos ainda mais no consumo humano. Nossa meta é chegar a 2017 com as reservas desses dois açudes acima dos volumes mortos”, acredita.

O presidente se vale do prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), de desaquecimento do Oceano Pacífico e de um 2017 com mais chuvas, para acreditar na posterior melhora. “Com uma quadra chuvosa boa, podemos ter uma recuperação de 20%, 30% da capacidade”, projeta. Além disso, o nível do açude deve ser recuperado também pela água da transposição do rio São Francisco que deve chegar em outubro ao Ceará e, no início de 2017, ao Castanhão, conforme Farias.

O gestor adianta que o Riacho dos Porcos, que ligará os reservatórios Jati e Atalho ao rio Salgado — afluente do rio Jaguaribe e caminho para o Castanhão —, está com problemas de assoreamento e poderá passar por obras de retificação da calha.

Fonte: O POVO

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Polícia investiga ataque a carro forte em Jaguaribe que transportava quase R$ 1 milhão

A polícia civil iniciou as investigações sobre o roubo a um carro forte, ocorrido na tarde da última terça-feira (17), na CE-275, no distrito de Feiticeiro, em Jaguaribe, no Ceará.

De acordo com informações do correspondente do Miséria, Richard Lopes, o blindado foi parado depois de ser alvejado a tiros por uma quadrilha fortemente armada. O motorista do veículo e um segurança foram atingidos por estilhaços e saíram feridos.

A quadrilha invadiu o transporte de valores e colocou explosivos destruindo o carro. Todo o dinheiro foi levado.

Segundo informações, o montante seria em torno de R$ 942 mil. Os criminosos, em seguida, incendiaram um veículo utilizado no ataque ao blindado.

O carro forte tinha abastecido agências bancárias em Jaguaribe e se deslocava para Iguatu. 

Google lança assistente doméstico controlado por voz

O Google, da Alphabet, apresentou nesta quarta-feira (18) o primeiro protótipo de um aparelho que pretende se converter em uma plataforma inteligente para o lar, que funcionará como um assistente virtual por comando de voz e será lançado até o final do ano.

O Google Home pretende se converter em "um centro de controle de toda a sua casa", e "um telecomando para o mundo real sempre que necessário", afirmou Mario Queiroz, vice-presidente do Google, na apresentação do aparelho durante a conferência anual I/O, organizada para desenvolvedores da empresa em Mountain View, Califórnia.

Por comandos de voz, é possível pedir para uma música ser tocada, um alarme ser configurado, checar o horário de um voo ou ligar e desligar as luzes.

O Google Home se posiciona, assim, como um concorrente direto do dispositivo inteligente Echo, lançado pela Amazon em 2014, que combina um alto-falante com um assistente pessoal acionado por comando de voz, capaz de responder perguntas sobre previsões meteorológicas ou informar sobre as últimas notícias, assim como controlar objetos conectados na casa.

G1

Cerca de 10% dos beneficiários do Bolsa Família poderão ser cortados do programa

O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário passará por reformulações, tendo programas e atos da gestão passada revisto. Nesse processo, o Bolsa Família poderá ter o desligamento de até 10% dos beneficiários.
 As mudanças incluem um aprimoramento na fiscalização do programa, com cruzamento de diversas bases de dados do governo, para checar se as cerca de 14 milhões de famílias beneficiárias cumprem a condição de baixa renda exigida. Estudos feitos desde a elaboração do Travessia Social, programa de governo do presidente interino Michel Temer, projetam que 10% dos atendidos estão fora dos critérios.
Além do MDSA, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) também foi mais uma pasta escolhida para passar por mudanças. Nele, a ordem foi revisar todas as deliberações publicadas nos últimos 30 dias. Além da legalidade das medidas do ex-ministro Aloizio Mercadante e sua equipe.

Polícia Civil cearense investiga golpe que lesou 30 radialistas em Icó e na Região do Cariri

A Polícia Civil do Ceará, através de, pelo menos, três delegacias municipais, instaurou inquéritos  para investigar um golpe de estelionato que teve como vítimas cerca de 30 radialistas na região do Cariri. Eles acabaram sendo enganados por um suposto colega de profissão, de outro estado.
O golpe ocorreu quando o presidente do Sindicato dos Radialistas de Palmas, Capital do Tocantins (TO), identificado como Hélio Ferreira da Silva, junto com Marcílio Vilar, teria oferecido aos radialistas das cidades de Várzea Alegre, Campos Sales, Salitre, Assaré, Orós, Icó Antonina do Norte e Juazeiro do Norte, um suposto curso de capacitação em Rádio e Jornal, com direito a diploma legal e fornecimento de registro profissional. Com as taxas cobradas pela falcatrua, os suspeitos teriam arrecadado cerca de R$ 30 mil.
Quase um ano depois de realizada a tal capacitação, nenhum certificado ou registro profissional foi entregue aos participantes. O curso, portanto, não teve validade alguma e os radialistas então perceberam que haviam caído em um golpe coletivo.
Inquéritos já foram instaurados e estão em fase de conclusão nas delegacias de Polícia Civil das cidades de Orós, Campos Sales e Várzea Alegre, onde foram lavrados Boletins de Ocorrência (B.Os.) e instaurados os procedimentos com base no artigo 171 do Código Penal Brasileiro, que prevê o crime de estelionato. A pena  varia de um a cinco anos de prisão e pagamento de multa.
Acredita-se que o principal acusado do crime seja ouvido na cidade de Palmas através de carta precatória, onde reside.
Por FERNANDO RIBEIRO 
fonte: portal icó news

Vereador quer proibir o uso de celular por servidores públicos na hora do expediente em Icó

O vereador Maninho Mota (PSD), protocolou junto a Câmara Municipal de Icó (CE), nesta terça-feira (17/05), Projeto de Lei que busca proibir, por parte dos servidores públicos municipais, o uso de telefone celular, redes sociais e aplicativos de relacionamentos, nas áreas de atendimento ao público no âmbito das instituições do município, tais como órgãos de saúde, e\ou em qualquer outra repartição que faça atendimento aos moradores da cidade em horário de expediente.
“Muitos servidores deixam de prestar bom atendimento ao público para navegar em redes sociais pelo telefone celular. Essa lei já está sendo colocada em prática em outros estados e municípios do País. Esse projeto não é para perseguir o funcionalismo público, muito pelo contrário, mas para proteger os usuários dos serviços públicos, e, também, os próprios servidores que podem, doravante, serem acusados por negligência ou mau atendimento”, esclarece Maninho Mota.
Os servidores públicos, caso aprovada e sancionada pelo prefeito de Icó este projeto de lei, poderão ser penalizados com multa de R$ 100,00 (cem reais) a cada infração cometida.
Competirá ao Poder Executivo Municipal de Icó regulamentar a presente Lei.
“O propósito é proteger os cidadãos que precisam do serviço público e, hoje, infelizmente, demoram nas filas dos atendimentos nos órgãos municipais, registre-se, porque um número considerável de servidores, em pleno horário de expediente, fica utilizando via telefone celular, redes sociais, aplicativos, jogos, etc., em detrimento ao povo”, diz o parlamentar.
Já existe uma Lei Federal que proíbe o uso de telefone celular nas escolas públicas em horário de aula.
 Fonte: Icó na rede.

sábado, 14 de maio de 2016

Águas da transposição vão passar pelo poluído Rio Salgado

Nas últimas décadas, o Rio Salgado, que outrora era local de lazer e pesca para a população das cidades cortadas pelo manancial ao longo de seus 300Km de extensão, tem sofrido com a intensa degradação. A nascente, ao sopé da Serra do Araripe, é o principal afluente do Rio Jaguaribe, além de ser caminho natural para as águas da Transposição do São Francisco, que se avizinha. Apesar da sua importância, ele carece de proteção.

O crescimento dos centros urbanos, a falta de saneamento básico e de consciência ecológica contribuíram para o quadro atual. Sem rede coletora e de tratamento de esgoto, os dejetos são lançados diretamente na calha do rio. O desmatamento e o lixo e entulhos jogados à margem agravam a situação. Considerado por muitos estudiosos como "um rio morto", o Salgado apresentou, em 2012, o pior resultado de análise de água de cidades cearenses, de acordo com classificação do projeto desenvolvido pela Fundação SOS Mata Atlântica, por meio do Programa Rede das Águas.

Políticas

O professor da Universidade Regional do Cariri (Urca), Rodolfo Sabiá avalia que o maior problema do Rio Salgado, hoje, é a presença de metais pesados (níquel, cromo, chumbo, cádmio etc.), "já que esses metais não sofrem auto depuração ao longo do rio e o caracterizam cada vez mais como morto", destaca.

Segundo o pesquisador, o primeiro passo para rever esse quadro é a criação de políticas públicas que estimulem medidas para adoção de tecnologias e infraestrutura que viabilizem o controle, o monitoramento e a fiscalização dos padrões adequados.

Como segunda ação, diz ele, é urgente que o comitê de bacia, apoiado pelas instituições regionais estude, aprove e delibere o enquadramento das águas do Rio Salgado, normatizando o seu uso frente aos vários tipos de usuários, dizendo o que pode e o que não pode ser feito, controlando monitorando e fiscalizando esse processo. "É necessário, também, criar programa de Educação Ambiental que atinja nossa sociedade para fazer do cidadão informado um agente na transformação na qualidade de água", acrescenta.

Em 2010, a Urca, em parceria com Conselho de Política e Gestão do Meio Ambiente (Compam), executou o Projeto Salgado, um processo participativo para construção do modelo adequado do enquadramento para as águas do manancial. As mais de 100 instituições que participaram do projeto, congregando os municípios de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Missão Velha e Caririaçu, afirmaram que a falta de estrutura e políticas públicas é um fator determinante para esta poluição, e que o problema da Educação Ambiental é agravado pela falta de consciência dos gestores e dos incentivos para a educação de qualidade.

Realidades

A maior contribuição do projeto, que durou um ano, segundo Rodolfo Sabiá, foi a aquisição de um espectrofotômetro de absorção atômica, que mede a quantidade de metais pesados presente na água. Nos municípios de Lavras da Mangabeira e em Icó, a realidade é a mesma. Depois de desaguar no Rio Jaguaribe, as águas oriundas do Velho Chico vão chegar ao Açude Castanhão.

"Essa barragem será um barramento de esgoto?", indaga o chefe do Escritório Regional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em Iguatu, Fábio Bandeira. "As cidades nas margens de riachos e rios não têm saneamento e os esgotos chegam facilmente ao rio". Para o chefe do Ibama, na região, a degradação do Salgado é um problema sério, que afeta a qualidade da água que escorre para os mananciais. "A solução desse problema passa por uma ação conjunta. Esse é problema que precisa ser enfrentado", frisou.

O diretor de fiscalização da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), Tiago Bessa, disse entender que a poluição hídrica é um agravante para o sertão, que sofre com a escassez de água. "Os recursos são limitados e ainda poluídos", afirmou. Ele defende uma ampla articulação entre a sociedade e os políticos para fazer cumprir a política nacional e as legislações do saneamento básico.

Resíduos

Em Lavras da Mangabeira, os esgotos chegam ao rio, que também sofre com entulhos e desmatamento. "Infelizmente, esse problema existe, tentamos combater o depósito de resto de material de construção. Concluímos o Plano Municipal de Saneamento Básico e agora aguardamos a aprovação na Câmara e depois a liberação de recursos para a implementação", disse a secretária municipal de Meio Ambiente, Maria Cecília Gonçalves.

Sem investimento em saneamento básico, dezenas de cidades poluem os rios no Interior cearense. Em Icó, o Salgado continua a sofrer degradação antes de despejar suas águas no Rio Jaguaribe. É, portanto, o principal canal escoador das águas do Rio São Francisco. "A chegada de esgoto no leito do rio e outros tipos de agressão ambiental é um problema que vem se agravando", disse João Anselmo dos Santos, do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Icó.

Saneamento

Sabiá destaca que "a cada um real gasto com saneamento corresponde a cem reais gastos com saúde, então percebe-se que, se melhorarmos a qualidade de água, iremos melhorar a saúde da população, além de beneficiar a vida aquática, o que representaria mais alimentos disponibilizados para a população".

Em 2012, o professor fez um levantamento fotográfico das agressões ao rio e lançou uma campanha, na Internet, em defesa do Salgado. A lagoa de estabilização de esgotos de Icó continua despejando dejetos no rio. "Esse é um problema que persiste", lamentou Anselmo. No ano passado, começou uma campanha de retirada de lixo e entulho nas margens do Salgado.

O secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, fez uma ponderação ao observar que a água que virá do Rio São Francisco não é diferente da que escorre nos rios cearenses. Questionou também o fato de que os principais açudes já recebem águas que escorrem pelos seus afluentes. "Esse é um problema complexo e a preservação dos rios e combate à poluição foram previstos no projeto de transposição, mas não avançou ainda", disse Teixeira.

O secretário destacou, ainda, que tem a maior preocupação com a problemática do lixo e com sistemas inadequados de tratamento de esgoto, pois a poluição passa a ser concentrada. "Nas condições atuais o esgoto chega diluído, ocorre uma poluição difusa. Se a estação de tratamento não for adequada é pior, porque o dejeto é concentrado e despejado em maior quantidade", observou.

O titular da SRH observou, ainda, que não adianta somente fazer a rede de esgoto, se os moradores não interligarem. "Essa questão é um desafio para todos nós e com certeza a transposição ocasiona a discussão desse problema, que precisa ser enfrentado", disse Francisco Teixeira.

Lixo

Em Juazeiro do Norte, catadores da Associação Engenho do Lixo atuaram, por quase quatro anos, na despoluição do manancial. O trabalho, realizado por cerca de dez catadores, parou, no entanto, por falta de apoio do governo municipal, conforme explica o presidente José Leite da Silva.

"Não tínhamos nenhum incentivo financeiro da Prefeitura e acabamos parando no ano passado por não ser viável", pontuou. Durante o período, os catadores retiraram toneladas de garrafas PET e outros objetivos inusitados. "Cama, madeira, colchão, plásticos, eletrônicos quebrados e até uma urna funerária. Encontramos de tudo por lá", informou.

Há, no entanto, o que não pode ser retirado pelos catadores. Segundo o professor da Urca, o leito também recebe rejeito de matadouros clandestinos que, conforme Rodolfo, despejam cargas de sangue e dejetos de animais. A conclusão foi possível após vários estudos de níveis de poluição da água.

O estudioso considera que o rio está morto mas que "a situação ainda pode ser revertida com amplo trabalho de recuperação, envolvendo desde empresários, poder público, incluindo os órgãos ambientalistas e, claro, a sociedade civil. Se Deus quiser eu ainda verei o povo tomar banho de novo no Rio Salgado", finalizou Sabiá.

Fonte: Diário do Nordeste

sexta-feira, 13 de maio de 2016

RECARGA PREMIADA TIM

ESTAMOS COM UMA PROMOÇÃO DE RECARGA PREMIADA DA OPERADORA TIM, ASSINANTE PRÉ PAGO QUE FIZER UMA RECARGA ACIMA DE R$ 10,00 NA NOSSA LAN HOUSE, CONCORRE A RECARGAS DE MESMO VALOR PODENDO CHEGAR AO VALOR DE ATÉ R$ 100,00 EM CRÉDITOS.
MAIS INFORMAÇÕES NO NOSSO WHATSAPP (88) 996068320...

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Choque Supersônico

Muitas pessoas já ouviram um estrondo causado por um avião supersônico, mas poucas viram um. Uma nuvem incomum pode se formar quando um avião quebra a barreira do som. Esta nuvem é formada pela repentina queda na pressão do ar, o que provoca a condensação do vapor e a formação das gotículas de água que compõem a nuvem. (ver Singularidade de Prandtl-Glauert). Na imagem, um F/A-18 Hornet da marinha norte-americana foi fotografado no exato momento em que ultrapassa a barreira do som.
(Créditos da imagem: Nasa.)

No final do mês de março, a NASA apresentou ao mundo seu projeto de um avião hipersônico. Durante alguns minutos, o protótipo batizado de X-43A vôou sobre o oceano Pacífico a quase 8 mil km/h, uma velocidade dez vezes maior que os atuais aviões comerciais. Com esta velocidade, uma viagem Rio-São Paulo pode ser feita em quatro minutos. Se no futuro os aviões comerciais usarem esta tecnologia, o mundo ficará ainda menor. Será possível acordar no Rio de Janeiro, passar a manhã em Paris, almoçar em Roma, visitar os parentes na Inglaterra e voltar para o Brasil no final do dia, pra curtir o pôr-do-sol na beira da praia.

O X-43A é um aparelho pequeno: tem apenas 3,6 metros de comprimento e 1,5 metros de envergadura (distância entre as pontas das asas). Utiliza uma tecnologia de propulsão chamada de "scramjet" que levou 20 anos para ser desenvolvida. O motor com essa tecnologia aproveita a própria velocidade hipersônica para que o oxigênio da atmosfera seja utilizado na queima do combustível. As turbinas convencionais dos aviões a jato também fazem isso, mas como a velocidade desses aviões é muito baixa (comparativamente), as turbinas usam pás rotativas para concentrar o ar na câmara de combustão e é necessária uma concentração grande de oxigênio para que funcionem. Isto faz com que estes aviões voem em baixas altitudes na atmosfera, onde existe a concentração necessária do gás. O motor scramjet, por sua vez, compensa o problema de pequenas concentrações de oxigênio com a alta velocidade. O próprio movimento provoca um fluxo do gás para dentro da câmara de combustão e o faz funcionar. Com isso, pode ser usado em maiores altitudes, onde é baixa a concentração de oxigênio, sem a necessidade de um tanque adicional para este gás, como no caso dos foguetes convencionais. Se não é necessário um tanque de oxigênio para queimar combustível, a aeronave pode carregar mais peso - o que é uma vantagem em missões de grande alcance.

Na experiência da NASA, o X-43A foi levado nas asas de um bombardeiro B-52, acoplado a um foguete convencional, até os 10 mil metros de altitude. Nesta altitude, o foguete foi acionado e levou o protótipo até os 30 mil metros, quando finalmente o X-43A fez o seu vôo solo, mostrando a eficiência do motor scramjet. A NASA pretende usar a tecnologia em aviões para viagens longas e em naves espaciais mais seguras.
(http://www.nasa.gov/missions/research/x43-main.html)

A velocidade do X-43A é chamada de Mach 7, ou seja, sete vezes a velocidade do som. Aviões supersônicos têm velocidades entre 1200 e 5500 km/h (entre Mach 1 e Mach 5). Acima de Mach 5 são aviões hipersônicos, como o X-43A, e abaixo de Mach 1, subsônicos, como os aviões comerciais. O recém aposentado Concorde foi o único avião comercial supersônico da história, enquanto que o X-43A é o primeiro avião hipersônico, mas ainda está longe de ser comercial. O recorde anterior de velocidade era do avião-espião Blackbird, que atinge 3500 km/h.

Quando um avião atinge a velocidade do som, de 1200 km/h, dizemos que ele "rompeu" a barreira do som. Esta situação é acompanhada por um estrondo percebido pelos que estão em solo e por um silêncio profundo para quem está dentro do avião. Estando o avião mais rápido que o som, quem está dentro não recebe as ondas sonoras provenientes do próprio deslocamento. A primeira vez que o homem quebrou a barreira do som foi em 1947, com o piloto americano Chuck Yeager em um Bell X-1.

Para entender o estrondo sônico precisamos lembrar que o som é uma energia transportada por ondas mecânicas, ou seja, uma energia transportada pela oscilação das partículas que formam um meio material. Por esse motivo, não há som no vácuo (o espaço, por exemplo, é um grande silêncio). Também por esse motivo, um meio material sólido transporta o som com maior velocidade que um gás - lembre-se dos personagens de filmes colocando os ouvidos no chão ou nos trilhos de trem. Eles estão procurando ouvir a chegada de alguém.


O estrondo sônico é o resultado das ondas de choque formadas no deslocamento do avião. Essas ondas de choque se formam quando temos uma fonte sonora - no caso, o avião - com velocidade maior que o próprio som. As ondas sonoras são ondas mecânicas que se propagam no ar de maneira análoga às ondas provocadas em uma superfície líquida, só que em três dimensões. Nos aviões supersônicos há uma superposíção das ondas de som (uma sobre a outra, basicamente) na parte de trás da aeronave, intensificando o efeito e provocando o estrondo. Esta superposição é chamada de cone de Mach e resulta em aumento de pressão e temperatura do ar.
(http://www.pbs.org/wgbh/nova/barrier/boom/answer3.html)

Se um objeto se move com velocidades menores que a do som, as ondas sonoras emitidas por ele estão todas ao seu redor, em formato esférico, e se afastando continuamente (veja animação abaixo). No entanto, à sua frente as ondas estão mais comprimidas do que atrás. Assim, quem está à frente do movimento percebe um som mais agudo (maior freqüência) do que o percebido por quem está atrás, como ocorre quando um ambulância passa por nós. Este efeito é chamado de efeito Doppler.

Se a velocidade da fonte sonora for igual à velocidade do som, não haverá ondas sonoras na frente do objeto. Assim, elas ficam acumuladas e superpostas à frente, originando um aumento de temperatura e pressão do ar nesta região. Esta situação deve ser observada pelos projetistas de aeronaves supersônicas e ônibus espaciais, pois esta onda de choque formada no bico da aeronave tem efeitos físicos no movimento da aeronave.

Por sua vez, um objeto que tenha velocidade maior que a do som (na animação, temos uma velocidade de Mach 2, ou seja, o dobro da velocidade do som) nunca será alcançado pelas ondas sonoras por ele emitidas. Assim, as ondas ficam para trás e formam uma região cônica, chamada de cone de Mach, onde ocorre a superposição. Esta superposição provoca aumento de temperatura, pressão e densidade do ar nesta região, que é percebido como um estrondo - uma onda de choque. Ondas de choque ocorrem em explosões, trovões e em movimentos supersônicos.

(http://physics.nad.ru/Physics/English/swa_txt.htm)

Quando estivermos utilizando veículos supersônicos ou hipersônicos de maneira mais difundida estaremos experimentando mais uma revolução nos transportes, que resulta inevitavelmente em um mundo menor - não em distâncias, naturalmente, mas nos tempos necessários para os deslocamentos. A humanidade já vem experimentando esta "diminuição" do mundo desde a invenção dos trens, que aproximou tanto regiões distantes que houve a necessidade da invenção dos fusos horários. Carros, trens e aviões permitem às pessoas morarem e trabalharem em cidades diferentes, bem como viajar pelo mundo em tempos razoáveis. Mesmo assim, uma viagem intercontinental ainda é muito longa, com aviões que voam a cerca de 800 km/h. A tecnologia do X-43A permite que uma viagem Rio-Paris seja feita em pouco mais de uma hora. Obviamente este cenário ainda é uma ficção, pois ainda há um longo caminho a percorrer antes que esta tecnologia chegue à aviação comercial e, principalmente, antes que se torne barata - condição necessária para provocar uma revolução digna desta definição.

Fonte Imagem:
http://antwrp.gsfc.nasa.gov/apod/image/0102/sonicboomplane_navy.jpg

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Icó-CE: Manifestação contra o impeachment bloqueia trecho da BR-116


Membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), bloquearam na manhã desta terça-feira (10), o trecho da BR-116, no município de Icó. Eles protestaram contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e também por reforma agrária. 

De acordo com o MST, outros movimentos sociais que integram a Frente Brasil Popular participaram do ato nesta terça, parte da jornada de lutas pela democracia, reforma agrária e em favor da presidente Dilma Rousseff. O movimento também fez manifestações nas cidades de Canindé e Chorozinho. Após a manifestação, que ocorreu pacificamente, os integrantes foram pra suas casas.
 
fonte: blog Icó na Rede...